Utilize o comportamento do consumidor a seu favor

Você sabia que o mundo é percebido de maneira diferente por cada pessoa? Há aqueles que tem mais aguçado um ou dois sentidos – olfato, paladar, tato, visão e audição. No entanto, pouquíssimas são as empresas que buscam compreender o comportamento dos seus clientes e direcionar as ações de marketing e comunicação. Tal atitude não tem nada a ver com porte e recursos disponíveis para investimento. Ou seja, é possível planejar ações mais assertivas de acordo com o perfil do público alvo. Separamos abaixo algumas dicas para você ter mais sucesso!

1°) Defina os públicos

Provavelmente você vende algum produto ou presta serviços ou tem interesse em captar um tipo de público, correto? Pois bem, então pegue um papel ou página do Word em branco e descreva as características destes clientes atuais ou potenciais como sexo, faixa etária, localização, hábitos, costumes, principais necessidades, dentre outros.

Se esta construção for difícil num primeiro momento, pense em apenas um destes grupos e nos familiares e amigos que você tem que seriam exemplos reais. Se isto não solucionar, procure um local público e observe o comportamento das pessoas, tenho certeza que você se surpreenderá com tais resultados.

Claro que é importante destacar que nem todas as pessoas são iguais e, por vezes, não é possível “rotulá-las” somente pelo visual ou gestos em uma determinada situação.

2°) Defina os canais a serem utilizados

A próxima etapa engloba análise e definição dos canais de marketing e comunicação que este ou estes públicos mais utilizam.

Atualmente, muito se fala em canais online como Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Pinterest, etc., mas de pouco adianta tamanho esforço se o seu cliente não os utiliza com tanta frequência. O mesmo ocorre para os off-line, também chamados de mídias tradicionais, como rádio, jornal, televisão. Ou seja, nossa sugestão é que você foque no público e depois no canal e não somente no que está na “moda”, ok?

3º) Crie materiais atrativos

Conforme comentamos antes, cada pessoa tem um ou mais sentidos aguçados, então faça uso principalmente do visual para chamar atenção para seu produto ou serviço.

Por exemplo, se você tem uma estética e quer ampliar o ticket médio (o consumo) dos clientes atuais e já verificou que este público faz uso constante do celular, pode elaborar uma campanha promocional por What´s App com combinações de serviços. Não estamos sugerindo que escreva em formato texto apenas a promoção, porque isto muitos já fazem. Nosso intuito é que você ou seu fornecedor (profissional de criação ou agência) faça uma “criação” em programas específicos como Corel Draw ou Photoshop!

Esta criação envolve material profissional de qualidade, feito a partir da identidade visual da empresa, com imagens adequadas e dentro da linguagem do público de interesse. Depois disto será preponderante enviar a criação através de listas de transmissão.

4º) Mensure o que é mensurável

A última etapa e não menos importante é a mensuração dos resultados do que foi realizado. Atenção nem todos os canais são possíveis de serem mensurados em 100%, principalmente quando trata-se dos tipo off-line como impressos e anúncios. Por exemplo, se você investiu durante um mês em busdoor, aqueles adesivos atrás dos ônibus, conseguirá anotar quantidade de ligações e/ou e-mails recebidos e, é claro, clientes novos oriundos desta ação. No entanto, não saberá a quantidade de pessoas impactadas, ou seja, que leram o seu anúncio e que, por algum motivo (localização, preço, concorrência, etc.), não o contataram.

O maior desafio do empreendedor é planejar e tirar as ideias do papel … comece hoje! E se precisar de ajuda, entre em contato conosco!

Recommended Posts